quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Natureza em Fúria

Não me tenho sentido atraída pela escrita;olho o computador,mas nada de agir.
Há contudo algo que me tem arrastado para esta apatía,é aquele aparelho,aquele rectangulo,que sem nenhuma contensão,me trás sons e imagens de toda a ordem,e de todo o globo. Não consumo muita televisão,mas não prescindo do noticiário e depois dele,(nesta altura) onde é que eu encontro disposição para “falar”?
Fico a relembrar o que vi... As desgraças vêm sucessivas,ainda não tinhamos esquecido o Haiti,e outra desgraça acontece,esta perto de nós,no que é nosso.
Imagens em video mostraram a Natureza em fúria,e fazem-me refletir e meditar na fragilidade do ser humano,completamente impotente até para se salvar a si próprio, perante a brutalidade que o surpreende.
Há alguém que mereça ver a esposa e bébé ser levada pela torrente? Jovens,idosos,mães,creanças,a água assassina, implacável tudo levou...
E pergunto-me para que servem estas tragédias?
Dir-me-ão os crentes - é a vontade de Deus ! - Não pode ser,direi eu!
Quando eu era creança,ensinaram-me que Deus nos amava,que era uma entidade suprema de bondade,que tudo sabia,tudo podia, e que tudo perdoava!
Durante muitos anos orei a este Deus bom !
Depois começaram a surgir as dúvidas... Vi fotografias,filmes,relatos do que se passou nos campos de concentração nazi,e não só, tragédias naturais,sismos mortiferos, com centenas de milhares de pessoas em cruel sofrimento fisico e moral. Comecei a perguntar a mim própria e aos outros,onde está a bondade de Deus?
Ninguém me exclareceu...

3 comentários:

poesianopopular disse...

Olá Dília
Não tenho o prazer de conhecer-te pessoalmente, mas já falava de ti, há uns cinquenta anos, quando namoravas com o Olímpio por carta - já nessa altura ele dizia que eras uma boa moça.
Sobre o teu post, quero dizer-te que, viver é uma aprendizagem constante, uns aprendem mais rápido que outros - não existem verdades absolutas, tudo é consequência de...!
Podem parecer-te frias as minhas palavras, talvêz porque eu não acredito em deuses mas sim nos homens, porque estes sim são causadores do bem e do mal que acontece no nosso planeta.
Gostei de ler o teu pensamento, e estou de acordo que tudo deve ser posto em causa, só assim podemos aspirar a uma sociedade mais justa,fraterna, e livre do preconceito.
Um abraço com amizade.

Vevê disse...

Oi Dilita!
Gostei muito do teu blog!
Quanto ao teu post, acho que Deus sempre faz a coisa certa, e se essa tragédia aconteceu, é porque Deus achou que era a coisa certa a fazer.

dilita disse...

Abençoados os creem com uma fé forte,que nada, nada abala,ou minimisa.Tenho alguma "inveja" (sentimento tão feio)de ti Vevê!
Obrigada pelo comentário,e volta sempre.
Um beijinho da Dília Maria.