quinta-feira, 9 de junho de 2011

Dividocracia - o filme de que todos falam









5 comentários:

belinha disse...

"Em cerca de 40 anos, dois partidos, três famílias políticas e alguns grandes patrões levaram a Grécia à falência. Deixaram de pagar aos cidadãos para salvar os credores".
É assim que começa o filme para terminar a pedir que uma comissão de auditoria que investigue e exponha à população grega de que forma a dívida soberana foi contraida e em que foi exactamente usado o dinheiro, já que se entende que se não reverteu para o bem do povo ela é uma dívida amoral e ilegítima que o povo não deve nem pode pagar. Não deve desde logo pela sua ilegitimidade intrínseca, e não pode porque, para que issos seja possível, as medidas de austeridade impostas por Governos e FMI's e companhia acabam por arruinar os sistemas básicos de saúde, de educação, de emprego a que os cidadãos têm direito ditando o seu aniquilamento. Muita desta informação já se podia ver aflorada em diversas fontes - por exemplo a questão do descalabro das teorias neoliberais ou da asfixia que o Euro causa nos países periféricos - mas assim tratada é uma bomba. Este filme dá para perceber que o espírito grego - ou pelo menos o dos jornalistas e envolvidos - não é o português. Por cá fazemos vídeos mansos e divertidos sobre a Finlandia...

belinha disse...

Um amigo grego diz-me que as coisas na Grécia se estão a deteriorar progressivamente e que não há fim à vista para a situação de crise. A única coisa positiva em tudo isso é constatar que a juventude está finalmente a interessar-se pela política após anos de indiferença e que daí poderão surgir ideias novas e interessantes...

Regina Fernandes disse...

Oi Dilita obrigada por sua visita ao meu blog. Volte sempre, vamos ser amigas.

Vou seguir você e colocar o seu blog na minha lista. Depois confira!

O "Fernandes" é sobrenome de solteira e vem de meu avô, nascido em Trás os Montes, um velhinho português maravilhoso, que enriqueceu minha vida, minha infância, com lindas histórias e fados portugueses.

Bj

mario ferreira disse...

Que sorte a minha em visitar uma vez mais o Blogue de meu amigo e seu esposo Olimpio, pois foi de lá que fui dirigido para o seu Blogue Birras e em boa hora acedi. Não sei como classificar este filme , só sei que ele devia ser visto por todos os europeus pelo menos, eu por mim vou fazer o que me compete, através da divulgação do seu Blogue, exigindo uma visita.
Uma vez mais obrigado pela qualidade de informação deste filme.
Mario Bertô

dilita disse...

Eu é que fico agradecida,pelas palavras amáveis e pelas visitas. Obrigada a todos os visitantes.

Fiquei surpreendida pela positiva ao ver o nome do Sr.Mário Bertô;e contente com a sua opinião.
Eu penso que este filme é um documento importante,ali está a informação de quase tudo o que não nos foi contado,e que ninguém devia ignorar.Na passada semana, passou na T.V. seguido duma curta apreciação por dois jornalistas.
(não foi publicitado antes,decerto terá passado algo despercebido)(não sei....)
Cumprimentos da,
Dília Maria.