segunda-feira, 6 de julho de 2015

Na Serra da Boa Viagem - na Figueira da Foz

Lá em baixo o azul do mar confunde-se com o azul celeste. E aqui na paisagem agreste algumas  pedras,mas uma sobressai pelo tamanho, e por algo que tem nela escrito. Vamos ler...
Quando há alguns anos atrás um horroroso incêndio ateado por mãos criminosas, queimou todo o arvoredo da linda Serra da Boa Viagem, transformando-a numa triste paisagem Lunar, também este Restaurante situado no alto da Serra, ficou reduzido a escombros, em total ruína.
Hoje, mais parecendo que tal desgraça não passou dum pesadêlo, O Abrigo da Montanha aqui está, renascido das cinzas, igualzinho ao que era dantes.

18 comentários:

Mona Lisa disse...

Um local que conheci há muitos anos, na década de 80.

Nunca mais por lá passei. Adorei recordá-lo através das tuas belas fotos.

Beijinhos.

Jossara Bes disse...

Ainda bem que não percebe-se a destruição!
A natureza tem o poder de regenerar-se, graças a Deus!
Lindas fotos!
Beijo carinhoso!
Feliz semana!

Luma Rosa disse...

A vista do alto da mnontanha deve ser linda!
:)
Beijus,

Paulinha Costa disse...

que lugar encantador, apesar dao maos de homem serem tao mas, a natureza ainda tem sua força e pode regenerar-se.
adorei conhecer seu blog, e ja estou seguindo se quiser conhecer o meu ficaria muito feliz http://ornague.blogspot.com.br/

Manuel disse...

Todos os anos essas mãos criminosas voltam.Que pena que não sejam apanhados no meio das chamas.
A natureza é tão linda!

Lilasesazuis Gata disse...

Dilitaaa,

Minha linda e querida amiga!!
Eu vi sim a sua postagem e estava certa que tinha comentado a alegria em saber que você gostou das minhas humildes lembrancinhas...
Perdoe-me, Dilita, acho que me perdi com tantos blogs.
Eu procurei ansiosa a minha resposta e não encontrei...affff...

Eu fico feliz que você vem até meu blog.

Dilita, você tem razão...tenho feito poucas postagens, pois não tenho tido tempo hábil para editar fotos e montar as postagens.
Tenho muitos trabalhinhos que carinhosamente concluí e não consigo mostrar.

Estou fazendo cursos 4 vezes na semana, dou atenção para mamys (laboatórios, médicos), eventuais passeios, a rotina da casa (mercado, compras, prestadores de serviços etc)...ai tenho que pensar nas postagens e retribuir as pessoas que vem no meu blog.
Dilita, eu quase não dou conta...gosto muito, muito de acompanhar os blogs amigos, em saber as novidades, em crescer com os novos conhecimentos que vem com as leituras, mas, estou sempre atrasada com os comentários...sempre...então tento retribuir as visitas e mal consigo.

Até no Face, meu tempo é limitado...entro ás vezes, coloco algo e saio correndo...o tempo passa...não posso demorar muito...(se você tiver Face, me diga pois ficarei imensamente feliz em tê-la como amiga no meu, apesar de eu pouco entrar...)

Não pense que eu te esqueci, nem eu, nem mamys, nem Leila...você sempre estará em nossos corações...

Dilita, li suas postagens, e adorei as fotos da praia Vieira de Leiria, adoro cidades praianas...há um perfume de mar no ar.

A história do banco seria a história do seu namoro com esposo? rsrsr...passou-me pela mente que poderia ser...tão bonita!
Você domina a arte da escrita, sabes narrar tão bem, com riqueza de detalhes.

Dilita, querida, prometo te visitar sempre, sempre, dando notícias.

Por aqui faz frio, não sairei nesse domingo, estou fazendo uma manta em crochê que eu gostaria de usar ainda nesse inverno, vou adiantar...Leila está de férias, porém anda gripada, não virá em casa nesse final de semana, mamys irá na igreja.

Fique com Deus, tenha um domingo abençoado.

Lígia e família!!!
(Esqueci de falar-te que em janeiro vou comprar passagem para Espanha...finalmente decidimos...rsrsr)

A Casa Madeira disse...

Olá adorei as imagens junto com informação
e pequena história do local.
Prazer em conhecer o blog.
Boa semana.
Janicce.

jair machado rodrigues disse...

Gosto de renascimentos, fenix...o homem quando quer faz milagres para reconstruir, e a natureza, a natureza é um milagre de Deus. Saudade querida parente portuguesa Dilita. Tirei férias e estou retomando.
ps. Carinho respeito e abraço.

Lia Noronha disse...

A Natureza se recompondo...aos duros maltratos dos homens.
Adorei tudo por aqui...voltarei vezes mais.
abraços meus

Viviana disse...

Querida Dilita

Que barbaridade, quando incendeiam as florestas...

É tão terrível!

Mas, a maldade humana "extravasa2 e cometem-se crimes horríveis.

Ah! que revolta!

Um abraço, boa amiga
Viviana

Nouredini.'. Heide Oliveira disse...

Querida,
aqui está vossa amiga sumida. Voltando de um longo paradeiro, mas inteira.
Como sempre li e me encantei com singela da sua prosa. A vida é assim, há coisas que podemos reconstruir e outras das quais só restaram as fortes lembranças. Entretanto, sempre digo as minhas filhas que o melhor porta-retratos é a memória!
Beijos saudosos

Manuel disse...

Venha esperando algo de novo.
Então porque está guardando as suas belas qualidades de escrita?
Um beijo

Poções de Arte disse...

Que triste!
O homem ainda tem muito o que aprender. A mensagem na pedra é um ótimo alerta.
Apesar das dificuldades, sempre é possível reerguer estruturas, mas infelizmente, a natureza não é tão rápida assim.
Abração e ótimo dia.
Márcia.

Evanir disse...

Fico feliz quando recebo sua visita
feliz quando posso vir agradecer..
Quem não ama ter uma amizade linda
quanto a sua e ter o carinho
que sempre teve comigo...
Por vezes demoro no retorno ,
mas esquecer nunca esqueço.
"Os amigos são a forma
de Deus cuidar de nós."
Essa frase é linda não sou eu
a autora mas gravei no meu coração
por ser única e tão verdadeira.
Uma abençoada semana.
Beijos e meu eterno carinho.
Evanir.

zito azevedo disse...

Acho muito oportuno o apelo para que se respeitem as árvores...Infelizmente, no nosso país, parece que isso é uma meta impossivel, a julgar pelos fogos postos que, todos os anos, incendeiam as nossas belas florestas...Este ano, então, tem sido uma autentica praga e faz doer a alma ver desaparecer, consumido pelo fogo assassino algo de tão belo e que a natureza, com tanto esforço e carinho, teima em continuar a produzir...
E, claro, falta um ordenamento inteligente e acções de prevenção mais profundas e constantes, não para acabar com o flagelo mas, pelo menos, para facilitar a acção dos nossos sacrificados soldados da paz! Que Deus coloque alguma noção destas prioridades nas cabeças de quem decide!
Saudações amigas,
Zito

Viviana disse...

Querida Dilita

Deixo o abraço fraterno
Viviana

Rosangela disse...

Minha querida amiga, desculpe a demora em lhe responder.
Meu marido era ginete e trabalhava com cavalos puro sangue lusitano. Não possuía parentes ai em Portugal, mas sim uma paixão enorme pela sua terra por conta dos cavalos.Esteve por três vezes ai, onde pode fazer cursos, conhecer o toureiro Paulo Caetano (a quem admirava) e também numa competição em 2002.
Quanto a minha cirurgia, estou me recuperando a cada dia, já perdi 30kg e agora nesta semana passarei por mais uma na qual retirarei a vesícula.
Estou aqui com minha filha Barbara que agora está com 17 anos, pois fiz questão de mostrar seu blog já que tanto admiro a maneira com que você passa suas ideais através de seus textos.
Um lindo domingo, beijo.

Manuel disse...

Então que se passa?
Preguiça? Às vezes acontece!
Que tudo esteja bem.