domingo, 12 de fevereiro de 2017

Adeus amigo

Caras amigas e amigos visitantes

Tenho de vos contar que estou triste. Perdi um amigo que nunca vi, mas de quem recebi e dei estima, desde que iniciei o Renda de Birras já lá vão oito anos. Era uma pessoa fascinante que prendia pelo seu saber, sua ponderação, simpatia, suas palavras sempre certas no momento certo.
O seu sofrimento chegou hoje ao fim, partiu, não virá mais, e, tenho pena.
Se o céu existe, que seja lá o lugar do Zito.
O seu blog chama-se Arrozcatum cujo nome tem a ver com São Vicente em Cabo Verde, local onde viveu grande parte da sua vida e do qual nunca se esqueceu. Actualmente vivia em Monte Abraão, Queluz.

A minha foto

8 comentários:

Graça Sampaio disse...

Lamento! É sempre triste perder um amigo seja ele de que tipo for.

Beijinho.

Ivone disse...

Querida amiga Dilita, que triste é isso, amo meus amigos virtuais, quando se afastam eu sinto muito, mas quando acontece o que aconteceu com seu amigo, nossa, isso dói do mesmo jeito como se fosse amigo presencial!
Meus sentimentos sinceros!
Abraços bem apertados!

Nouredini.'. Heide Oliveira disse...

Querida,
Possamos honrar nosso amigo mantendo firme a nossa amizade.
Muita paz e conforto

Manuel disse...

Quando parte um amigo ficamos mais pobres, sentimos um vazio que nunca mais preenchemos completamente. Mas a vida é mesmo assim, hoje eles, um dia nós.
Gostei muito da sua mensagem, foi tão bom sentir que há sempre alguém que não nos esquece, que nos da animo, que por vezes nos vai faltando. Penso que não vou voltar, alguém que faz parte de mim, está muito doente e eu tenho que estar ao lado, para lhe dar a coragem que, muitas vezes, vai perdendo.
Obrigado, do coração, pelas palavras.
Um abraço

Nouredini.'. Heide Oliveira disse...

Caro Manuel,
Lhe dou a certeza de que nós que partilhamos mensagens virtuais, muitas vezes, somos mais presentes e amigos que muitos dos que nos rodeiam. Chorei a morte do Zito, assim como o fez a Dilita. Há um mês visitávamos diariamente o blog, quase numa romaria, a espera de noticias e deixando as nossas preces.
Como Dilita nunca vi Zito, mas através dele fiz amigos. Era meu leitor e confidente.
Amigos virtuais,cordiais e fraterno,s me representaram durante o funeral e a meu pedido, puseram um flor no peito do Zito com meu cartão e nos mandaram fotos.
Sentimentos sinceros são transportados no mundo virtual e net nos imortaliza em muitos corações.
Um forte abraço a todos.

Paulo Azevedo disse...

Dilita, agradeço as amáveis palavras que dirigiu ao meu pai e agradeço a imensa companhia e conforto que lhe proporcionou nos últimos anos da sua riquíssima vida. Posso-lhe garantir que a estima e admiração que ele tinha para com os seu núcleo duro de amigos "virtuais" era imensa!!!

Nouredini.'. Heide Oliveira disse...

Cara Amiga,
passando para deixar o meu abraço fraterno e desejo de conforto, saúde e paz.
A minha Agnes e meu genro Beto, desde ontem estão aí em Portugal e depois seguem a França. Creio que ficam em viagem até o dia 8/3.
Passarei o Carnaval , que começa Sexta, por casa e pelas localidades próximas. Moro No litoral norte na Chamada estrada do Coco e a minha filha Cissa virá ficar comigo. Passearemos nos arredores, futucarei a terra, farei umas comidinhas e lerei uma páginas para descansar e distrair.
Bjs.

Viviana disse...

Querida Dilita

Sinto muito a partida do Zito.

"Encontrava-o" muitas vezes por aqui.
Estava já habituada.

Então morava no Monte Abraão - Queluz? Aqui pertinho...
Sabe que tenho a impressão que o "conhecia" ? Talvez do comboio de Sintra.
Ou de frequentar algum lugar por aqui.

A separação pela morte é sempre triste, porque estamos ligados por laços bonitos que depois se quebram.

Aconteceu-me o mesmo com uma boa amiga virtual, que era poetisa...
Creio que o blogue dela ainda lá permanece.

Sim, está lá...
se quiser espreite

http://fernananda55.blogspot.pt/

Foi o coração que a traiu.
Senti tanto a morte dela.
Ela visitava o meu blogue e deixáva-me palavras muito bonitas,

É assim...
Força, minha querida
Deus vai ajudá-la, estou certa.
O meu abraço

Viviana