segunda-feira, 16 de maio de 2016

NA 4ª IDADE (105 anos)

Pois é verdade minhas amigas, continuo a destralhar - será que esta palavra existe?
Bem, o certo é que eu ando a tentar diminuir as tralhas que acumulei durante anos. Mas isto está a fazer-me gastar demasiado tempo. Por vezes dá-me vontade de adoptar o desapego, e despachar pró contentor, sem querer saber o que vai... mas logo, logo, recuo, e volto à escolha prévia. E com esta ocupação que a mim própria impus, estou a descurar outras tarefas, porque encontro livros há muito guardados e fico a "adorá-los" sem reparar no relógio que me informa do tempo que está a passar.
Assim aconteceu com este, A História do Traje, que é veterano, está com 105 anos, mas é tão gracioso, tão bonitinho, não é?
Ou sou eu que exagero?

5 comentários:

Ivone disse...

Querida amiga Dilita, não exageras, adoro livros antigos, tenho até um livrinho de missa do meu avô materno, minha mãe o guardou, tomo conta dele, é todo escrito em italiano(sou neta de italianos e portugueses,meus avós paternos eram descendentes de portugueses) e como sabes,tudo o que é antigo eu amo, tanto que até meu marido brinca dizendo que sou do tempo de Matusalém, fico feliz com isso, muito mesmo!
Amei ler aqui e o teu livro é mesmo muito bonitinho, uma preciosidade que tem 105 anos!
Abraços bem apertados!

Mona Lisa disse...

Não exageras...mais a mais tratando-se de livros.

Esse é uma relíquia.

Beijinhos.

Jossara Bes disse...

Oi, Dilita!
Sabes que também faço isso. Me proponho a arrumar, porém tudo me distrai, me atrai!
Afinal são os "tesouros" que juntamos e se desfazer, por vezes é complicado!
Beijo carinhoso!

Rafael Humberto Lizarazo disse...

Un verdadero tesoro, son los libros.

Abrazos.

Helder Correia disse...

São palavras como as que aqui leio,que enriquecem todo um ser...
São momentos esquecidos de uma tao grande riqueza...
Estes são segredos há muito enterrados e dádivas encontradas.
Continue a trazer esse seu tão grande saber,para que todos possamos dia a dia enriquecer.
São as palavras que hoje escrevemos que marcam sítios,pessoas e momentos.
Estes sao os seus tesouros.
Que bela escrita e profundas mensagens aqui leio,de certo que sou mais rico a cada linha que os meus olhos completam.
Obrigado por partilhá-los.