segunda-feira, 2 de maio de 2016

Na Vieira de Leiria

 Eu comprei os carapaus, e a banca ficou vazia. Mas não quis esperar que colocássem mais. E elas nem sequer fizeram pose, ocupadas com os trocos, mas autorizaram que fotografasse. São as vendedoras de peixes de salmoura, secos com o sol. Também conhecidos pelos carapaus da Nazaré.

5 comentários:

Nouredini.'. Heide Oliveira disse...

Parecem apetitosos.
Bela foto querida. É no dia-a-dia que estão os maiores tesouros.
Bjs e espero que tenhas tido um belo dia das mães- mais que merecido.

Nouredini.'. Heide Oliveira disse...

Parecem apetitosos.
Bela foto querida. É no dia-a-dia que estão os maiores tesouros.
Bjs e espero que tenhas tido um belo dia das mães- mais que merecido.

zito azevedo disse...

Quando era menino - 6 ou 7 anos - passei aqui algumas férias inolvidáveis...Ainda as casas, à beira-mar, assentavam sobre estacas, por causa das marés...E as redes do peixe eram puxadas por vacas!

Nouredini.'. Heide Oliveira disse...

Já trabalhei em diversas áreas de pesca e até conheço a história de um pescador que pescou uma casa ( a vaca caiu de uma carga e cansada de nadar tava a deriva) mas nunca as vi ajudando a puxar rede. Deve ser interessante, afinal essa força é usada em tantas atividades.
Doravante, tomarei emprestada está memória.
Ah, bom ver dois amigos no mesmo lugar.
Abracos

Nouredini.'. Heide Oliveira disse...

Já trabalhei em diversas áreas de pesca e até conheço a história de um pescador que pescou uma casa ( a vaca caiu de uma carga e cansada de nadar tava a deriva) mas nunca as vi ajudando a puxar rede. Deve ser interessante, afinal essa força é usada em tantas atividades.
Doravante, tomarei emprestada está memória.
Ah, bom ver dois amigos no mesmo lugar.
Abracos