terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Tem lá dentro um passarinho

Sei um ninho. 
E o ninho tem um ovo.
E o ovo, redondinho,
Tem lá dentro um passarinho
Novo.

Mas escusam de me atentar:
Nem o tiro, nem o ensino.
Quero ser um bom menino
E guardar
Este segredo comigo.
E ter depois um amigo
Que faça o pino
A voar...


Miguel Torga

14 comentários:

Evaldo disse...

Quanto tempo eu posso ficar a olhar esse ninho?
Quando menino era o que eu fazia:
Olhava um pouquinho por dia, todos os dias,
Mas, em segredo para não assustar o amiguinho.

Está muito bonita sua postagem.
Impossível não comentar.
Muita paz, Dilita!
Igual a do passarinho no ninho.

Manuela Pacheco disse...

Lindo!!! Obrigado por esta imagem e este poema que fará o meu dia muito mais feliz.

Mona Lisa disse...

Uma ternura de poema, legendando uma doce imagem.

Recordei tempos em que leccionava. Era o poema que os meus alunos recitavam na Primavera.

Beijinhos.

Viviana disse...

Querida Dilita

Mas que encanto...e que surpresa boa!
Então eu venho encontrar aqui, um rouxinol no ninho!?
No qual posso aperceber-me da respiração da avezinha!

Ah! mas quanto eu gosto dos rouxinóis!
Em Leiria, onde passei a 2ª parte da minha infância, eu sabia de ninhos iguaizinhos a este, á beira da vala, no meio do canavial.

Acho que tenho que o levar comigo...é mais forte do que eu...
Posso?

Obrigada por este momento tão agradavelmente belo que me proporcionou.

Um grande abraço, amiga linda
Viviana

Manuel disse...

Eu tenho um ninho pendurado numa arvore e, todos os anos, sou bafejado com essa magia de dois ou três passarinhos.
Eles confiam porque voltam todos os anos.

dilita disse...

Olá Evaldo!

Grata pela visita.
Eu também fiquei a olhar para o passarinho,tão calmo,até apetece passar a mão numa festinha...
Gosto de saber que foi motivo para recordar a sua infância.
Retribuo paz.
Abraço.

dilita disse...

Manuela Pacheco
Bem vinda!
Fico contente por ter conseguido com esta postagem tornar o seu dia mais feliz.
Obrigada.
Beijinho

dilita disse...

Mona Lisa

Obrigada pela visita, e pela apreciação.

Abraço.

dilita disse...

Olá amiga Viviana!

As suas palavrs deixaram-me contente. Quem sabe se este rouxinol, não teria nascido na Cidade do Liz...

Eu também gostei muito desta imagem, depois foi só juntar a poesia. É sempre um prazer recordar Miguel Torga. Foi gosto em duplicado.

Beijinho e obrigada.

Ah, já esquecia: claro que pode levar o passarinho, tenho até gosto que as suas amigas também o
vejam no seu blog.

dilita disse...

Viva amigo Manuel

Obrigada por vir até ao meu cantinho.

Felizardo, pois os passarinhos já o têm como amigo. São pequeninos mas entendem o que é a estima do gigante humano.
Abraço.

Ivone disse...

Que lindo esse ninho com o seu moradorzinho, amo a natureza, tenho um quintal com pequenas árvores plantadas em grandes vasos,elas atraem os pássaros,(são frutíferas), mas não a ponto deles fazerem ninhos,acho que eles não se sentem seguros em arvoretas, pois é!
Amiga, li com atenção o seu comentário lá no meu blogue, fico feliz com isso, adoro interagir,saber como andam meus amigos, como vivem em outros lugares, adorei saber sobre sua linda cidade, pena que há um inverno rigoroso por aí, pois tudo o que é demais não é bom!
Aqui o Sol brilha, ferve, rs, pois é, São Paulo Capital, "selva de pedra", está enfrentado um calor atípico, pois o clima é temperado!
Mas tudo bem, temos de aceitar, respondi seu comentário que me é de prazer poder ler, seja sempre bem vinda!
Abraços minha amiga!

✿⊱Lilasesazuis✿⊱by Lígia✿⊱ disse...

Que doces versinhos para um mimoso passarinho no ninho.

Adorei o gif...tão lindinho!!

beijinhos,

Lígia e =^.^=

Nouredini.'. disse...

Simples, belo e delicado. Assim devem ter sido todos os seus dias de infância que ainda preserva na forma de ser.
bjs minha amiga

Sara disse...

Como é bom a escrever a verdade é que é sempre interessante para fazer esse tipo de coisa, espero ter a sorte de relaxar e estar de férias se eu conseguir alguns apartamentos para alugar por temporada em Buenos Aires para relaxar e escrever