quarta-feira, 16 de julho de 2014

Um cão no ombro amigo.

O ombro do dono, é o lugar que o cão já conquistou à tempo. Mesmo em casa, assim que ele se senta, logo o cão pula de imediato e ali fica devidamente instalado. Aqui à beira do café, é igual, e o facto dá lugar a sorrisos de simpatia de parte dos clientes; o meu marido incluído, que já tinha contado aqui em casa, e hoje fez algumas fotos. Gostei desta e coloquei aqui.

13 comentários:

Mona Lisa disse...

A imagem certa para o dito popular:

"Cão o melhor amigo do homem"!

Beijinhos.

Lilasesazuis Gata disse...

Dilita, que linda imagem.

Que bem seria se todos os cãezinhos encontrassem um ombro amigo assim!

Uma boa noite,

beijinhos,

Lígia e mamys

Manuel disse...

Os animais, tais como os humanos, criam hábitos.
~Bela foto e magnifico momento.

Nouredini.'. Heide Oliveira disse...

Felizes dos que compartilham amizades sinceras com pessoas e/ou animais!
Fiquei feliz em o seu Olímpio tão bem e saudável.
Abraços ao casal

Viviana disse...

Querida Dilita

Gosto muito, muito, dos cães.
Em criança tive um - um galgo ...
Deixáva-nos andar a cavalo nele.

Que saudades.

Um abraço, amiga
Viviana

dilita disse...

Amiga Lisa

É verdade; pena que nem sempre o homem retribua de modo igual.

Neste caso a equipa é perfeita.
Beijinho.

dilita disse...

Olá Ligia e D. Aparecida.

É verdade, os animais também merecem ser felizes.

E este cão é feliz.

Abraços para ambas.

dilita disse...

Obrigada Manuel,
pela visita e pelo apreço.

Passei no seu blog "a correr" por isso não escrevi nada, mas gostei; apesar de perguntar a mim própria, se aquilo não virá a ser o meu caso?!

Um abraço.

dilita disse...

Nouredini

A amizade é sempre uma riqueza, quer seja entre humanos, ou com os animais. Eles também sentem como nós.

Obrigada pelas suas palavras amigas e pelos abraços que retribuo também.
Só um "mas" - o Olímpio não está na foto, ele fotografou.
(este sr. é um vizinho, e amigo)

dilita disse...

Querida Viviana

Bem-vinda.

Eu também estimo os cães, mas não tenho apetência para os cuidar.

Parecia que estava a ver a Viviana menina, a cavalgar o seu galgo...
Lindo, eu imagino,pena não ter fotografia.
Beijinhos.

Nouredini.'. Heide Oliveira disse...

Querida amiga,
de molho em casa, por força de uma virose, assisti a um documentário e fiquei emocionada em conhecer Safira em montaremos. A antes abandonada e desventurada Safira hoje revive cheia de arte e teimosia de um casal.
Sinto cada vez mais necessidade de conhecer los de perto e poder abraça-los

Nouredini.'. Heide Oliveira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Nouredini.'. Heide Oliveira disse...

Querida,
o pássaro escolheu a morada e a dona.
que lhe faça companhai e traga alegrias.
bjs , já recuperada da virose e das preocupações.