quarta-feira, 25 de abril de 2012

Cantar glórias? Como ?

O tempo passa e altera os nossos gostos e comportamentos. Mas se não for para nos tornar piores, tudo está certo. E porque digo isto ? Porque cá por casa algumas alterações surgiram e ficaram. O meu marido que aos Domingos saía da cama cedinho para ir fazer longas caminhadas a pé, de há uns tempos para cá trocou este desporto por outro. Levanta-se cêdo ainda com tempo escuro, e vai tratar de tomar o pequeno almoço. De seguida volta para a cama com a afirmação de que está todo quentinho por dentro e por fora, e adormece de novo num sono pesado como se fosse o inicio da noite. Eu por vezes só me apercebo quando ele regressa sorrateiro,e não interrompo o projecto da nova soneca.
Hoje eu também fiz igual. Pouco passava das oito da manhã, mas o vento e chuva davam inicio a um dia sem sol, escurinho, e sinceramente tomar o café e voltar para a cama, tornou-se mesmo tentador e desta vez aceitei a tentação.
Voltei para o quente, mas sono não apareceu, e naquele socego pude ouvir com atenção, quando chegou a hora, a transmissão feita a partir da Assembleia da Républica da comemoração dos 38 anos do 25 de Abril. O meu interesse ia no sentido de ouvir o Sr. Presidente da Républica. Há sempre uma certa expectativa, e mais neste ano porque alguns portugueses se demarcaram, e não quiseram estar presentes na sessão. Ouvi então o Dr. Cavaco Silva que durante grande parte do seu discurso, inumerou as muitas valências adquiridas, e as potencialidades do nosso País e dos Portugueses, realçando valores, nomeadamente acerca do numero elevadissimo de doutorados, mestrados, engenheiros, etc... Também falou da nossa enorme costa maritima,até quanto à distância kilométrica, que é substâncial... Enfim, uma enorme avalanche de coisas boas que não me foi possível reter, e nem valia a pena porque toda a gente que quis ouvir, ouviu. Quem desconhecêsse a verdade nua e crua da vida actual dos portugueses, e ouvisse esta parte do discurso, queria logo vir para aqui, porque isto era o paraíso na terra. Fiquei pasma ! Então metade dos portugueses passa fome, recolhe-se o que sobra em locais onde se confeciona alimentação, para tentar minorar a necessidade de quem não tem que comer. Já pensaram a tristeza que é estar á espera dum resto? E no entanto é a realidade, a triste realidade. E o Sr. Presidente a "mostrar" progressos...
Eu até falei alto e disse : acredito que os jovens licenciados, mestrados,doutores e afins, sejam agora muitos,e que actualmente a população jovem seja erudita, mercê dos estudos que adquiriram. Muito bonito sim ! Mas a maior parte destes jovens onde está colocada ? Num trabalho compatível com o que aprenderam ? Com um ordenado justo ? Puro engano ! Vão aos supermercados encontram lá alguns, a trabalhar nas caixas. Outros em casa a viver à custa dos pais.
E no sector fabril? As fábricas fecharam. E os operários como estão ? Desempregados ! E a entregar as casas que adquiriram e não conseguem pagar. E os Bancos a vende-las por tuta e meia a quem se aproveita da miséria dos outros para ser feliz. Isto não é altura para cantar glórias...
Este Sr.Presidente ou não quer ver, ou não pode ser franco!
Depois o resto do discurso é o vira o disco e toca o mesmo... é sempre a apelar à união entre os portugueses. Ah,mas uma coisa o preocupa sobremaneira é a opinião pública Internacional, acerca de nós... Sempre as aparências em vez dos alicerces.
Eu sempre ouvi dizer que " galantería sem algo pra mastigaría, é gaita que não assobia."
E estou de acôrdo.


15 comentários:

tétisq disse...

Pois eu nunca tinha ouvido : " galantería sem algo pra mastigaría, é gaita que não assobia." ...mas concordo!bjs*

dilita disse...

Olá Tetisq
É expressão do povo,num português algo arcaico e muito antiga...
Obrigada.
Beijinhos.

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Dilitamiga

Muitos parabéns por esta prosa - ainda que o (ainda) inquilino de Belém nem sequer mereça que se fale dele. É o pior PR que temos desde o 25 de Abril, o de 74, obviamente.

Além de ser um troca-tintas, um falso moralista e um oportunista, é um inepto. E é ainda um chico-esperto. Vejam-se só as habilidades com o BPN do seu amigo Oliveira e Costa.

E para já - chega

Qjs

Eloah disse...

Querida, estar atualizada, mesmo que não era o que almejamos escutar sempre tem valor.
Confesso que teria aproveitado o domingo chuvoso para esticar meu sono.
Beijos Eloah

O Profeta disse...

A ressurreição deu sorriso nasceu com o dia
Ah este inverno que abraça a primavera
Este céu que arroxa meu peito
Estas negras pedras plantadas na terra

O curso do meu errante espirito
Levou-me ao infinito e ao incomensurável
Este orvalho das pequenas coisas
Recorta meu corpo a golpe de cisel

Ocultei meus sonhos numa porta da eternidade
Porque o desespero é voo baixo e sinuoso
Vi ontem dois amantes jurarem uma partilha de vida
Vi olhos que irradiam luz em gesto assombroso

Um imenso abraço

Lilasesazuis disse...

Oi, Dilita querida...li no post anterior que você estava adoentada...espero que tenha melhorado e esteja
já gozando de bom ânimo!!

Obrigada pelas palavras amorosas por ocasião do meu aniversário...fiquei muito feliz!! :)))

Sabe, lendo seu post sobre a politicalha que anda em Portugal, percebo que aqui no Brasil, as coisas não são diferentes!!! O povo anda desacreditado, e os corruptos crescem, crescem em suas demagogias!!!Pois é! Só mudam o endereço, todos governam em benefício próprio!!!

Desejo-lhe uma ótima semana, eu estou retornando de uma pequena viagem que fiz à Curitiba, capital do estado do Paraná, vou lá fazer as postagens das fotos.

beijinhos, ]

Lígia :))

Viviana disse...

Olá Dilita

Espero que já esteja recuperada da sua saúde.

Um grande abraço
viviana

manécas disse...

Parti porque sabia que sὸ não seria
capaz,mas 50 anos depois vejo que ainda não esmoreceu a vontade de ser
LIVRE d'um povo que o meréce.Que
tradições tão lindas que o meu Portugal tem.

Foi uma verdadeira luz que encontrei o seu blog.Parabens.Bravo

dilita disse...

Obrigada Henrique pelos parabéns e pela visita.
"a corrupção vem do alto,e alastra qual trepadeira gigantesca..."
Abraço.

dilita disse...

Beijinhos Eloah, agradecimentos, e desculpas por não ter conseguido ainda deixar comentário no seu blog.
( mas a avaria há-de terminar...)
Haja esperança.

dilita disse...

Olá Profeta! Volte sempre, eu agradeço.
Abraço.

dilita disse...

Olá querida Ligia! Também não consegui deixar comentário no seu blog. Esperemos...
Grata pelas suas palavras acerca do meu texto.
Vou escrever-lhe email.
Bejinho.

dilita disse...

Viviana amiga, agradeço a sua atenção. Estou melhor.
Obrigada.

dilita disse...

Manecas
Caro visitante,novo no meu blog:
muito grata pelas felicitações.
Portugal é bonito sim, e ainda tem um clima ameno, e boa comida.
Porém nesta altura,quase nem se valorizam tais predicados.
Maus tempos da história actual...

Graça Sampaio disse...

O sr. Cavaco esteve só a "dar graxa ao cágado". E o "cágado" somos nós todos que nos deixamos (menos eu!) enganar pelo senhor Cavaco há vinte e tantos anoos...